PSD com prejuízo superior a 2 milhões de euros

O Partido Social Democrata registou um prejuízo de 2,48 milhões de euros no ano de 2017, muito em parte, devido às eleições autárquicas, que provocam sempre um abalo nas contas partidárias.

As contas que vão ser apresentadas no Conselho Nacional, em Leiria, que vai decorrer hoje, registam um gasto de 12,78 milhões de euros só nas eleições autárquicas, com receitas na ordem dos 9,8 milhões.

O passivo do partido também aumentou de 8,4 milhões para 14,4, segundo o relatório de contas dos sociais-democratas. O parecer da Comissão Nacional de Auditoria Financeira, segundo a Agência Lusa, refere que, “o Fundo Patrimonial (situação líquida), que apresenta em 2017 um valor negativo de cerca de 1,3 milhões de euros, o que (…) vem evidenciar a contínua deterioração das contas do partido, agravado pelo resultado da última eleição autárquica, colocando-o numa posição mais frágil, em termos de sustentabilidade futura”.

O parecer recomenda ainda “a implementação de procedimentos de controlo de gastos em eleições autárquicas gerais ou intercalares, visto que grande parte do passivo do partido advém destes momento”, bem como “um juízo de ponderação no que respeita aos gastos em atividades relevantes”, como por exemplo, a Festa do Pontal, o aniversário do PSD ou a Universidade de Verão.

Descomplicador:

O PSD vai ratificar esta noite o relatório de contas de 2017 que aponta para um prejuízo de 2,4 milhões de euros, segundo a Agência Lusa. As eleições autárquicas constituem a maior fatia da despesa.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *