PS reduziu despesas e triplicou lucros em 2017

O Partido Socialista reduziu as despesas e triplicou os lucros no ano de 2017, segundo o relatório e contas divulgadas esta segunda-feira pelo jornal Público. A redução de custos com o pessoal e com a compra de serviços externos foi o “segredo” para a melhoria das contas.

Os socialistas encerraram o ano de 2017 com um lucro de 723 mil euros, mais 182% do que o registado em 2016, onde tinham registado 266 mil euros de lucro. Esta tendência positiva só foi atingida pela primeira vez em 2012.

O relatório e contas será apresentado esta quarta-feira na Comissão Nacional do PS e deverá ser aprovado numa reunião onde vai ser eleito o Secretariado e a Comissão Parlamentar. Ao Público, Luis Patrão, responsável pelas finanças do partido, explica que, “o endividamento global reduziu-se em 1,9 milhões, dos quais 700 mil euros na dívida bancária e 1,2 milhões na dívida aos fornecedores”.

Ainda no que toca às autárquicas, cujas contas estão para fechar, o partido acredita num decréscimo de despesas na ordem dos quatro a cinco milhões de euros. Já para o relatório correspondente a 2018, o congresso da Batalha, teve um custo estimado de 350 mil euros.

Descomplicador:

O Partido Socialista vai apresentar na quarta-feira o relatório e contas de 2017 onde registou um decréscimo de custos e um lucro de 723 mil euros, dando seguimento à tendência de melhoria de contas, registado desde 2012.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *