Miguel Santos abdica da candidatura à distrital do PSD Porto. Já “só” existem três candidatos na corrida

O deputado do PSD, Miguel Santos, retirou-se da corrida à liderança da distrital do Porto do Partido Social Democrata. Com a retirada de Miguel Santos, são agora três os candidatos a lutar pela vitória no acto eleitoral de 30 de junho.

Em comunicado, Miguel Santos disse “não pretender contribuir para a atual proliferação de candidaturas, que transcendem a prioridade do interesse coletivo, porque correspondem a subdivisões aritméticas, de cariz mais tático do que propriamente substantivo”, diz o actual vice-presidente da distrital e antigo homem forte da candidatura de Santana Lopes à liderança do PSD.

Com esta retirada, as eleições para a distrital do PSD Porto continuam a ser as mais disputadas de sempre, com as candidaturas de Rui Nunes, um nome fora do aparelho partidário, Alberto Santos, ex-presidente da Câmara de Penafiel e de Alberto Machado, que conta com o apoio de Paulo Rangel.

O actual líder da distrital, Bragança Fernandes, optou por não se recandidatar, liderando uma lista independente à Mesa da Assembleia Distrital, e que deverá contar com o apoio dos três candidatos à Comissão Politica Distrital.

Descomplicador:

Miguel Santos, deputado do PSD, abdicou da candidatura à distrital do Porto, “restando” agora, Alberto Machado, Alberto Santos e Rui Nunes, nas eleições mais participadas de sempre da distrital portuense.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *