Juventude Popular quer “jotas” representados no Protocolo do Estado

A Juventude Popular foi recebida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, depois da reeleição de Francisco Rodrigues dos Santos como presidente. A estrutura pediu ao Presidente da República para sensibilizar os partidos para a representação das “jotas” no Protocolo do Estado.

“Viemos lançar um repto ao senhor Presidente da República: que no âmbito da Lei das Procedências do Protocolo do Estado, a Lei n.º 40/2006, pudesse ser reconhecido o estatuto das juventudes partidárias nesse elenco taxativo de entidades que gozam de assento nas grandes solenidades e eventos do Estado de direito democrático”, explicou Francisco Rodrigues dos Santos, acrescentando que, “as juventudes partidárias devem ser reconhecidas como instrumentos fundamentais da participação cívica e política”.

Francisco Rodrigues dos Santos quis assim deixar uma nota quanto à sub-representação da nova geração no quadro politico nacional, frisando que, “até aos 30 anos existem apenas quatro jovens parlamentares”, mas ressalvando que a Juventude Popular é contra o estabelecimento de quotas.

No encontro com Marcelo Rebelo de Sousa estiveram presentes, para além de Francisco Rodrigues dos Santos, os vice-presidentes, Francisco Laplaine Guimarães, Francisco Tavares e Inês Vargas e o Secretário-Geral, Francisco Kreye.

Descomplicador:

A Juventude Popular foi recebida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, onde sensibilizou o Chefe de Estado para a inclusão das “jotas” na lei do Protocolo do Estado, alertando para a sub-representação da nova geração.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *