Parlamento espanhol aprova eutanásia

O Parlamento espanhol aprovou a eutanásia, tendo o Partido Popular sido o único grupo parlamentar a votar contra. A proposta foi apresentada pelo PSOE, que agora lidera o executivo, por intermédio de Pedro Sanchez.

Exceto o Partido Popular, todos os partidos votaram a favor, incluindo o Ciudadanos, que inicialmente disse que se ia abster e mais tarde acabou por votar favoravelmente. Segundo o projeto do PSOE, “as pessoas maiores de idade com doença grave e incurável ou deficiências crónicas graves poderão receber ajuda do sistema público de saúde para morrer”.

A proposta prevê ainda a criação de um registo de profissionais objetores de consciência, que devem informar por escrito, com antecedência sobre a indisponibilidade para praticarem eutanásia, criando assim um “cadastro” de profissionais.

Recorde-se que, recentemente, Portugal reprovou a lei da eutanásia, com uma diferença de cinco votos, para o qual contribuíram vários votos contra dos deputados do PSD. Em Portugal, o PSD e o PS não implementaram a disciplina de voto.

Descomplicador:

Espanha aprovou no Parlamento a lei da eutanásia, com todos os partidos exceto o Partido Popular a votarem favoravelmente. Até mesmo o Ciudadanos, que se ia abster, acabou por votar a favor.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *