PS e PSD querem Mário Soares no Panteão Nacional

Começa a criar-se um consenso nacional à volta da trasladação de Mário Soares para o Panteão Nacional. Os líderes parlamentares do Partido Socialista e do Partido Social Democrata vão assinar um projeto de resolução para conceder honras de panteão ao antigo Chefe de Estado.

“O apelo é à perpetuação da memória e do legado de um homem livre, que serviu a liberdade, pelo povo português a que se honrava pertencer. Uma memória que necessariamente significa gratidão. Um legado de cidadania política, de sentido de Estado e de abertura à Europa e ao mundo”, diz o projeto de resolução assinado por Carlos César e Fernando Negrão, líder parlamentar do PS e do PSD, respetivamente.

No entanto, apesar do consenso, que já mereceu também a aprovação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o ex-Presidente da República e Primeiro-Ministro só pode ser trasladado para o Panteão em 2037, devido a uma lei aprovada em 2016.

Depois da trasladação de Sophia de Mello Breyner e de Eusébio, o Parlamento aprovou uma lei que determina que uma personalidade só pode mudar para o panteão após 20 anos depois da morte, por forma a travar uma onda de reivindicações. Assim sendo, Mário Soares apenas pode ser trasladado no ano de 2037.

Descomplicador:

Os líderes parlamentares do PS e do PSD assinaram um projeto de resolução conjunto a pedir honras de Panteão Nacional para Mário Soares.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *