Estudantes do Porto vão dormir na rua em protesto com o preço do alojamento

A Federação Académica do Porto vai levar a cabo esta noite um protesto singular. Os dirigentes da academia do Porto e alguns estudantes vão dormir na rua, em protesto pelo preço do alojamento que se regista na região. O protesto vai ter lugar na Praça Gomes Teixeira, também conhecida como Praça dos Leões, em frente à Reitoria da Universidade do Porto.

“É incomportável pagar mais de 400 euros por um quarto em alguns casos, muitas das vezes em condições pouco dignas. É tão simples quanto isto”, dizem os estudantes do Porto, em nota difundida à comunicação social.

A Federação Académica do Porto acrescenta ainda que, “a falta de resposta por todas as entidades, principalmente por parte do Senhor Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, mas incluindo as Instituições de Ensino Superior até à Câmara Municipal do Porto é inadmissível e retira qualquer esperança de um futuro mais digno”.

O protesto tem inicio às 20h de hoje, na Praça Gomes Teixeira, em frente à Reitoria da Universidade do Porto e a iniciativa que assinalar de forma simbólica,”a situação crítica que se vive no mundo do alojamento académico em 2018″.

Em Maio deste ano, a Federação Académica do Porto lançou um cubo gigante, onde simulava um placard de aluguer de uma casa, como crítica ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Descomplicador:

A Federação Académica do Porto vai promover esta Segunda-feira um protesto simbólico contra o preço do alojamento académico, passando a noite a dormir na rua, em frente à Reitoria da Universidade do Porto.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *