Riso de Carlos César irrita associação de Rui Moreira

A entrevista do presidente e líder parlamentar do Partido Socialista, Carlos César, à RTP e à SIC Noticias, irritou a associação “Porto, o nosso movimento”, que representa a candidatura de Rui Moreira. Carlos César terá rido nas entrevistas, quando falou sobre o caso Infarmed.

A Associação Cívica diz em comunicado que, “Carlos César pode rir do Porto para tentar fugir às responsabilidades do PS, do primeiro-ministro e do ministro da Saúde, mas não pode iludir que foi o Governo quem nomeou, em Conselho de Ministros, uma comissão de 27 especialistas que decidiram que o instituto ficaria melhor no Porto”, acrescentando que, “lamenta a condescendência e o paternalismo de alguém que se mudou de Ponta Delgada para o Largo do Rato e já evidencia os mais primários tiques centralistas”.

Num texto particularmente duro, a associação liderada por Francisco Ramos, mas que foi fundada à volta da candidatura de Rui Moreira, lamenta que, “ao desculpar-se com a complexidade da transferência sentencia um dos pilares do programa de Governo do PS, a descentralização, que nunca mais poderá ser feita, nem a propósito do Infarmed nem de coisa nenhuma. Mas ao rir-se, Carlos César insulta a cidade do Porto”.

O caso da deslocalização do Infarmed para o Porto foi um dos temas quentes do debate quinzenal desta Quarta-feira, na Assembleia da República, com António Costa a ser confrontado com as declarações que teve há meses atrás naquele mesmo púlpito, onde repetiu por cinco vezes que o Infarmed iria mesmo para o Porto. Desta vez, o Primeiro-Ministro justificou o recuo com o facto de não ser um líder autocrático.

Descomplicador:

O riso de Carlos César numa entrevista dada à RTP e à SIC Noticias gerou desconforto na associação “Porto, o nosso movimento”, que é a base da candidatura de Rui Moreira. Num comunicado emitido pela associação, lamenta-se, “a condescendência e o paternalismo de alguém que se mudou de Ponta Delgada para o Largo do Rato e já evidencia os mais primários tiques centralistas”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *