Líder da JP aplica musica dos DAMA à relação PSD-PS

Na intervenção de encerramento da Escola de Quadros do CDS e da Juventude Popular, o líder da estrutura juvenil, Francisco Rodrigues dos Santos, aplicou uma letra da conhecida banda DAMA à relação entre o Partido Social Democrata e o Partido Socialista, arrancando gargalhadas da plateia.

“Às vezes não sei o que quero e tu ’tá bem, às vezes não sei o que queres e digo ok”, disse Francisco Rodrigues dos Santos, referindo-se ao pensamento de António Costa face a Rui Rio, completando ainda a estrofe, com “às vezes não sei o que faço e tu ’tá bem, uma vez não são vezes e não digo a ninguém”.

A ilustração de Francisco Rodrigues dos Santos arrancou fortes gargalhadas da plateia, sobretudo jovens militantes e dirigentes do CDS, concluindo que, “já se percebeu que com eles «tasse bem», mas com o CDS não está”, para frisar que o partido de Assunção Cristas é o único que faz oposição ao PS de António Costa.

Logo no inicio da intervenção, “Xicão”, como é conhecido pelos mais próximos, lançou o mote, ao dizer que, “à semelhança do país, a JP está enamorada por Assunção Cristas e no próximo ano vamos casar com o CDS para os dois ciclos eleitorais que temos pela frente”, anunciando ainda o nome do vice-presidente, Francisco Laplaine Guimarães (apelidado agora como EuroGuima), como candidato às eleições europeias.

Descomplicador:

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente da Juventude Popular, ilustrou a relação de António Costa com Rui Rio com uma música dos DAMA: “Às vezes não sei o que quero e tu ’tá bem, às vezes não sei o que queres e digo ok”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *