Ministros aprovaram orçamento sem saberem que seriam demitidos

Os quatro ministros que saíram do executivo de António Costa participaram na negociação do Orçamento do Estado para 2019 sem saberem que seriam remodelados na sequência da saída de Azeredo Lopes.

Segundo a informação avançada pelo semanário Expresso, Adalberto Fernandes, Manuel Caldeira Cabral e Luis Filipe Castro Mendes, participaram ativamente nas negociações do Orçamento do Estado para 2018, sem saberem que seriam remodelados poucos dias depois.

Com a saída de Azeredo Lopes da pasta da Defesa, António Costa aproveitou para fazer a maior remodelação deste executivo, a um ano das eleições legislativas. Embora algumas das soluções fossem encontradas internamente, os ministros que agora tutelam a pasta não participaram na negociação do Orçamento para 2019.

O Orçamento do Estado foi entregue na Assembleia da República já os titulares anteriores da pasta tinham sido demitidos e os novos tinam sido empossados pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Descomplicador:

Os ministros que saíram do executivo de António Costa participaram na negociação do Orçamento do Estado para 2019 sem saberem que a sua saída estava por dias. O Orçamento foi entregue já as pastas tinham sido assumidas por novos titulares.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *