Ministro defende fim das propinas nas licenciaturas

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, defende uma redução progressiva das propinas até à sua extinção total no 1º ciclo do Ensino Superior, ou seja, a licenciatura.

Manuel Heitor

“O ensino superior é de facto uma obrigatoriedade e o seu acesso deve ser livre, sobretudo ao nível da formação inicia”, disse o Ministro, citado pelo jornal Público, acrescentando que, “este processo deve ser feito em convergência com a Europa”.

O Ministro deixou ainda a garantia de que as Universidades e os Institutos Politécnicos vão ser ressarcidos pela descida das propinas, sendo assim compensados no Orçamento do Estado e também a garantia de que os bolseiros não será prejudicados.

Manuel Heitor acrescentou mesmo que, “o objectivo do Governo é aumentar a base social de apoio do Ensino Superior e chegar ao final da legislatura com 75 mil bolseiros”.

Este ano letivo, as propinas vão descer mais de 200 euros, baixando assim a fasquia dos mil euros. Depois do congelamento da propina máxima, o Governo dá assim o primeiro passo na redução desta taxa.

Descomplicador:

O  Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, defende uma redução progressiva das propinas até à sua extinção total no 1º ciclo do Ensino Superior, ou seja, a licenciatura, defendendo que as Instituições de Ensino Superior vão ser ressarcidas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *