Candidato do Podemos à Câmara de Madrid defende situação na Venezuela

O candidato à autarquia de Madrid pelo Podemos e um dos dirigentes de topo do partido de Pablo Iglesias, deu uma entrevista a um jornal chileno onde defendeu o regime venezuelano, levando até à irritação do entrevistador. Inigo Errejon disse, entre outras coisas, que, “as pessoas comem três vezes ao dia”, apontando esse como um dos avanços.

(Errejon e Pablo Iglesias)

Em entrevista ao jornal chileno The Clinic, Inigo Errejon, um dos dirigentes de topo do partido, disse que, “têm existindo importantes avanços” no regime venezuelano desde a saída de Hugo Chavez, considerando que, existe uma “transformação de sentido socialista, inequivocamente democrática, onde se respeitam os direitos e liberdades da oposição”.

Perante a estupefacção do entrevistador, Inigo Errejon acrescentou que não tem dados que sustentem algumas das suas afirmações, mas ainda assim continuou ao dizer que um dos avanços é o facto de “as pessoas já terem a possibilidade de comer três refeições por dia”.

O entrevistador contrapôs com a perda média de peso da população venezuela, que foi de 10kgs nos últimos anos, levando Errejon a dizer mais uma vez que não tinha dados concretos. O entrevistador perguntou então o que motivava tanta fuga do país, ao que o também candidato à Câmara de Madrid disse existir uma “forte polarização politica” no país de Nicolas Maduro.

Descomplicador:

Inigo Errejon, um dos dirigentes de topo do Podemos e candidato à Câmara de Madrid, defendeu o regime venezuelano numa entrevista a um jornal chileno, dizendo, entre outras coisas, que, “já se fazem três refeições por dia”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *