Corrigido: Maria Begonha não é consensual entre as concelhias da JS

A candidata à liderança da Juventude Socialista, Maria Begonha, vai ser, ao que tudo indica, única mas tem gerado já algumas cisões entre as distritais da JS. Ao que indica o jornal Público, no Porto, foram já várias as concelhias a demarcarem-se da candidatura “Razões de Esquerda”.

Concelhias como a da Trofa, Lousada e Proença-a-Nova, bem como militantes da Moite, demarcaram-se já da candidatura de Maria Begonha de forma pública. “Não nos revemos na postura que a candidata tem assumido, com um conjunto de práticas que descredibilizam e fragilizam a JS”, afirmaram militantes da JS da Moita, segundo avança o jornal Público.

As concelhias da Trofa e da Lousada publicaram comunicados onde dizem manter a neutralidade face à unica candidatura apresentada, dando liberdade aos militantes para apoiarem ou não a lista de Maria Begonha.

Segundo esclarecimento enviado pelo presidente da Comissão Organizadora do Congresso, Eduardo Barroco de Melo, ao Público, as estruturas da JS não podem declarar a sua posição face às candidaturas, tendo enviado ainda antes da publicação dos comunicados, uma mensagem às concelhias da Juventude Socialista.

O jornal avança ainda que Maria Begonha tem tentado promover reuniões entre as concelhias insatisfeitas e membros da lista, por forma a esclarecer dúvidas.

As eleições para a Juventude Socialista decorrem entre os dias 14 e 16 de dezembro, no Congresso Nacional que vai decorrer em Almada.

Descomplicador:

A candidatura de Maria Begonha à liderança da JS não está a gerar consenso nas estruturas socialistas, com várias concelhias a demarcarem-se da candidatura. No Porto, o presidente da federação distrital, diz que as concelhias não podem tomar posição pública, visto não existir essa figura regimental.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *