Bombeiros derrubam grades de segurança em protesto no Terreiro do Paço

Os bombeiros profissionais derrubaram hoje as grades de segurança no protesto que decorreu no Terreiro do Paço, em frente ao Ministério da Administração Interna. O protesto é contra os novos salários mínimos impostos para a classe.

Ao som de sirenes e de gritos de “deixa arder”, os bombeiros foram travados à porta do Ministério da Administração Interna por outros bombeiros e pelas forças policiais. O momento de tensão decorreu durante a entrega de uma moção por parte de uma moção de sindicatos dos bombeiros.

Após este momentos de tensão a presença policial foi reforçada no local, mas não se voltaram a registar incidentes. A concentração foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) e pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), a que se juntam a Associação Nacional dos Bombeiros Profissionais (ANBP) e o Sindicato Nacional dos Bombeiros Profissionais (SNBP).

“Os bombeiros profissionais vão passar a ser os trabalhadores da função pública mais mal pagos”, garantem os sindicatos, com a aprovação do novo estatuto profissional, que equipara os bombeiros sapadores em inicio de carreira ao Salário Mínimo Nacional.

Descomplicador:

Os bombeiros profissionais manifestaram-se esta tarde em frente ao Ministério da Administração Interna, no Terreiro do Paço, tendo derrubado as barreiras de segurança num dos momentos mais tensos do protesto.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *