Coletes Amarelos não causam mossa em Portugal

A manifestação dos Coletes Amarelos marcada para esta Sexta-feira, 21 de dezembro, gerou poucas preocupações ao longo da manhã e do inicio da tarde.

Em quase todos os locais a presença policial era mais forte do que a presença de manifestantes e apesar de pequenos desacatos, a ordem manteve-se ao longo de todo o dia.

Em Lisboa, poucas centenas de Coletes Amarelos concentraram-se no Marquês de Pombal, tendo depois iniciado uma descida até aos Restauradores e bloqueando algumas das avenidas adjacentes à rotunda. Apesar de algumas detenções, a PSP conseguiu manter o trânsito a fluir sem problemas de maior, mantendo o grupo concentrado em locais específicos da zona.

No Porto, cerca de 100 manifestantes começaram a manhã no Nó de Francos, distribuindo panfletos. A PSP identificou oito manifestantes num protesto que terminou pelas 13h na Avenida dos Aliados, para onde se foram dirigindo os participantes.

Noutros locais, como em Braga, o protesto chegou a provocar alguns problemas no trânsito, mas desmobilizou também pela hora de almoço. Em Leiria os poucos manifestantes chegaram a provocar alguns problemas com a policia ao desentenderem-se sobre o percurso do protesto.

Também em locais como Coimbra os participantes na manifestação provocaram alguns problemas no trânsito e a policia acabou por identificar alguns dos manifestantes, mas tal como nos restantes locais onde se verificaram protestos, não existiram problemas de maior.

As manifestações dos Coletes Amarelos nasceram nas redes sociais, inspiradas pelo exemplo francês, e diziam não ter liderança e ser apartidárias, mas acabaram por não mobilizar muitos portugueses.

Descomplicador:

As manifestações dos Coletes Amarelos provocaram ligeiros problemas no trânsito em alguns pontos do país, mas, apesar de algumas detenções, mobilizaram poucos portugueses e decorreram de forma tranquila.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *