Angola pisca o olho à Commonwealth

A visita do presidente de Angola, João Lourenço, a França e a Inglaterra está a aproximar o país africano da  Commonwealth e da francofonia. Lourenço já tinha deixado o aviso de que Angola está rodeado por países francófonos e anglófonos.

A novidade foi confirmada pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Boris Johnson, que disse ser “esplêndido que Angola queira juntar-se à família da Commonwealth”, elogiando ainda João Lourenço no trabalho que tem feito no combate à corrupção e na melhoria dos direitos humanos.

Angola está assim a “piscar o olho”, não só à Commonwealth como também aos países francófonos, procurando melhorar as suas relações comerciais, numa altura em que Angola procura dinamizar a sua balança comercial por forma a recuperar da crise financeira.

A Commonwealth é uma comunidade de 53 países que evoluiu a partir do antigo império britânico, tendo uma forte ligação à comunidade colonial, à qual aderiram mais tarde, Moçambique e Ruanda. João Lourenço fez uma visita de Estado a França e a Reino Unido, durante os últimos dias.

Descomplicador:

O presidente angolano, João Lourenço, está em visita de Estado a França e ao Reino Unido, onde piscou o olho à Commonwealth. O Ministro dos Negócios Estrangeiros britânicos, Boris Johnson, vê com bons olhos a adesão de Angola.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *