100 personalidades e 5 ex-Primeiros-Ministros vão falar sobre as rendas da energia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) às rendas da energia aprovou a audição a 100 personalidades e 17 entidades, entre elas os cinco Primeiros-Ministros desde o ano de 2004. A lista foi aprovada por unanimidade, na Comissão liderada por Maria das Mercês Borges, do PSD.

Inicialmente, o PS, através de Luis Moreira Testa, ainda colocou à consideração ouvir o actual Primeiro-Ministro, mas o nome de António Costa acabou mesmo por avançar, juntando-se assim a Durão Barroso, Pedro Santana Lopes, José Sócrates e Pedro Passos Coelho.

Os antigos governantes podem assim ser chamados pela CPI, mas não significam que o sejam. Ou seja, só serão convocados para ir ao Parlamento, caso o decorrer dos trabalhos entenda existir essa necessidade.

Quanto ao andamento dos trabalhos, a CPI espera poder ter a primeira audição no dia 27 de junho, sendo que terá que realizar reuniões duas ou três vezes por semana, por forma a completar todo o processo até ao fim desta sessão legislativa.

Descomplicador:

A Comissão Parlamentar de Inquérito às rendas da energia aprovou a audição a 100 personalidades, entre elas quatro ex-Primeiros-Ministros, bem como 17 entidades. As audições devem começar no dia 27 de junho.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *