Brasil: Bolsonaro, o candidato da polémica, esfaqueado em ação de campanha

O candidato presidencial brasileiro, Jair Bolsonaro, que tem conquistado muitos apoiantes devido às suas intervenções polémicas, foi esfaqueado durante uma ação de campanha, tendo sofrido lesões numa artéria e no intestino. Dilma, Temer e outros reagiram já ao caso.

Durante uma ação de campanha em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais, Jair Bolsonaro foi esfaqueado, tendo sido já submetido a uma intervenção cirúrgica. Neste momento o seu estado é considerado “estável e em recuperação”.

O autor do esfaqueamento é apoiante do Partido Socialismo e Liberdade, de oposição ao partido de Bolsonaro, o Partido Social Liberal, e foi detido no local, depois de ter sido agredido por apoiantes de Bolsonaro, em reação ao ataque.

“Incentivar o ódio cria esse tipo de atitude”

A ex-presidente do Brasil, Dilma Roussef, foi das primeiras a reagir, à saída de uma visita a Lula da Silva, afirmando que, “incentivar o ódio cria esse tipo de atitude”, considerando “lamentável” o acontecimento, mas acrescentando que, “você não pode falar que vai matar ninguém, não pode falar isso”.

O atual presidente, Michel Temer, disse que, o ataque “revela algo que nós devemos nos consciencializar, porque é intolerável justamente a intolerância que tem havido na sociedade brasileira. É intolerável num Estado democrático de direito que não haja a possibilidade de uma campanha tranquila, uma campanha em que as pessoas vão e apresentem seus projetos”.

Por fim, o presidente do Partido Social Liberal, pelo qual se candidata Bolsonaro, disse ao jornal Folha de São Paulo que, “agora é guerra”.

O candidato da polémica

Jair Bolsonaro tem-se destacado cada vez mais na corrida presidencial, em grande parte devido ao seu tom polémico. Bolsonaro fez carreira militar antes de iniciar a vida política. As suas opiniões sobre as mulheres, os homossexuais e os refugiados têm gerado polémica na imprensa internacional, mas têm feito o candidato brasileiro conquistar votos, segundo indicam as sondagens.

Descomplicador:

Jair Bolsonaro, o candidato presidencial brasileiro, conhecido pelas suas polémicas opiniões, foi esfaqueado durante uma ação de campanha no estado de Minas Gerais.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *